Dedetizadora de Formigas

Dedetização de Formigas

INSETO DA ORDEM HYMENOPTERAA

Espécies mais comuns:
Lavapé (solenops spp)
Faraó (monomorium pharaonis)
Carpinteira (camponotus spp)
Argentina (linepithema humili)
Maluca (parathechina longicomis)

Por serem insetos sociais, vivem agrupadas em colônias, assim como cupins ou abelhas. Todos os indivíduos da colônia passam por três estágios de desenvolvimento (ovo, larva e pupa) até atingir a fase adulta. Entre os adultos, as formas aladas correspondem aos sexuais (fêmeas que poderão ou não transformar-se em rainhas e os machos, que geralmente aparecem uma vez por ano), e as formas sem asas (operárias) são estéreis. As colônias apresentam indivíduos adultos, pupas, larvas e ovos.

A maioria constrói seu ninho no chão, podendo ser tanto superficial como subterrâneo. Algumas constroem seus ninhos sobre as plantas, outras escavam ou ocupam cavidades em madeiras ou tronco de árvores, enquanto outras nidificam no interior das residências, sob azulejos, batentes de portas, sob o piso, aparelhos eletrodomésticos e mobiliário.

A dieta das formigas é bastante variada. A maioria é onívira, isto é: alimenta-se do que encontra, seja doce, animal, seja vegetal. Algumas são carnívoras alimentando-se de outros animais, vivos ou mortos.

Embora as espécies de formigas consideradas pragas sejam poucas, os prejuízos econômicos podem ser grandes, principalmente os causados na agricultura, na produção e armazenamento de alimentos e também na saúde pública (atuando no transporte de microorganismos patogênicos ao homem e na transmissão de doenças).

Este último, por que estes animais, por serem pequenos, passam por pequenas frestas na estrutura da edificação, podendo transitar livremente pelo lixo, esgoto, e outros locais onde há uma grande ocorrência de bactérias, fungos e vírus patogênicos ao homem, transportando-os para dentro das casas, hospitais, restaurantes, etc.

Os principais gêneros encontrados na área urbana são: Tapinoma, Paratrechina, Wasmania, Solenopsis, Camponotus, Crematogaster, Pheidole, Monomorium, etc.